fbpx
Grupo QG

BLOG

Sejam bem vindos ao blog do Instituto Grupo QG, aqui
você fica sempre atualizado sobre nossas novidades.

Saiba quais são os melhores negócios para se investir


botão figurativo indicando investimento

Quais os melhores negócios para se investir

Se entre os seus planos para 2020 está a possibilidade de começar a empreender, saiba que o cenário para que isso aconteça pode ser bastante favorável. Isso porque a recuperação econômica do país já começa a dar sinais de que realmente vai acontecer, o que torna o momento propício para que você e todos os empreendedores aproveitem as oportunidades que vão surgir e tirem os planos do negócio próprio do papel.

Levando em consideração que, nos últimos tempos, passamos por muitas dificuldades, com empresas sendo obrigadas a fechar suas portas, aumento significativo no número de desemprego, recuo do PIB, entre outros fatores, que nos deram motivos de sobra para agir com bastante cautela, é preciso aproveitar a retomada na economia que este fim de ano tem mostrado como perspectiva para 2020.

Sendo assim, nada mais apropriado que começar este processo conhecendo melhor os negócios para investir, que serão tendência no próximo ano, não é mesmo?!

Então venha conosco nesta leitura, que, no artigo de hoje, você vai saber mais sobre os negócios em alta para 2020, além de dicas de sucesso para que você comece agora mesmo a tirar tudo o que planejou do papel.

O cenário para 2020

Antes de falarmos sobre os melhores negócios para investir, acreditamos ser importante falar sobre o cenário para 2020, pois, munido destas informações, você se sentirá mais seguro para começar a empreender no próximo ano.

Por mais que empreendedores tenham sofrido bastante com os acontecimentos dos últimos anos, uma possível virada já começa a dar sinais de que realmente vai acontecer, o que deixa a todos nós bem mais animados.

Uma das informações que corrobora o que estamos falando são os números relacionados à previsão de crescimento do PIB, apresentados pelo governo em novembro. A projeção é de 2,32%, com a inflação abaixo do esperado, 3,26%, de acordo com dados da Secretaria de Política Econômica – SPE do Ministério da Economia. Além disso, a redução histórica dos juros, uma contínua diminuição do risco país, bem como retomada da confiança no Brasil, tornam claros os indicadores de recuperação.

Neste contexto, algo que você deve fazer, para que possa investir em um negócio com ainda mais segurança, é trabalhar para a identificação dos mercados com um potencial maior de retorno, que estejam de acordo com as tendências e projeções positivas para o futuro.

Fazendo isso, você terá plenas condições de avaliar estas tendências para o próximo ano como grandes oportunidades a serem aproveitadas, que te darão a chance de elaborar uma estratégia eficiente, para finalmente tirar o sonho de empreender do papel.

Os melhores negócios para investir

Vamos apresentar aqui alternativas de diversos segmentos, que identificamos ter grande potencial de crescimento, não só no ano que está prestes a começar, mas também no futuro de uma forma geral. Continue a leitura e confira as principais ideias, que estarão em alta, para que você possa investir.

Cosméticos

O primeiro mercado sobre o qual vamos falar é o de cosméticos, principalmente aquele que leva em sua base os ingredientes de origem natural. Este é um segmento considerado tendência, porque segundo um estudo realizado pelo Laboratório de Química da Universidade Estadual Paulista – Unesp ele tem crescido de 8 a 25% ao ano em todo o mundo.

Em termos de Brasil, de acordo com um relatório produzido pela empresa de pesquisa de mercado Mintel, 41% da população de nosso país se interessa por produtos de beleza, bem como de cuidados pessoais, que tenham em sua composição ingredientes de origem natural.

Neste caso, o que você pode fazer é investir em produtos que tenham plantas, óleos vegetais e também extratos botânicos em sua base, assim como naqueles desenvolvidos a partir de métodos de produção sustentáveis e de comércio justo.

Pets

Os números relacionados ao mercado de pets são realmente animadores e valem a sua atenção. Isso porque, em 2018, o Brasil saiu da quarta para a segunda posição no ranking dos maiores mercados deste segmento do mundo. A previsão para 2019 é que ele feche com um faturamento de nada mais, nada menos, que R$ 36,2 bilhões, é o que dizem as informações do Instituto Pet Brasil.

Além disso, outro dado que faz com que o investimento no setor seja uma tendência, é o fato de que o Brasil é o país com a maior população de pets, ou seja, de animais de estimação, somando 139,3 milhões em 2019, conforme dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação – Abinpet.

Isso faz com que você tenha possibilidades de investimento em negócios relacionados a pet shops, clínicas veterinárias e marcas de produtos e alimentos para animais de estimação, principalmente, uma que está cada vez mais em alta, que é a de alimentação natural e caseira para cães e gatos.

Coworking

O mercado de trabalho está em constante mudança e os coworkings vieram para embarcar de vez nessa onda. Para quem ainda não ouviu falar sobre o termo, trata-se de um modelo em que o espaço de trabalho, bem como os recursos de escritório, são  compartilhados por profissionais da mesma área ou de áreas distintas.

Ele faz parte dos melhores negócios para investir porque, nos últimos três anos, houve um crescimento neste mercado de 500%, de acordo com dados divulgados pelo Censo Coworking Brasil. O faturamento do setor em 2018 também é algo que impressiona. Foram aproximadamente R$ 130 milhões.

Uma das razões que levou o setor a alcançar números tão relevantes foi o aumento do desemprego, que incentivou as pessoas a procurarem alternativas de trabalho em casa. Mas como, em alguns casos, trabalhando no modelo home office, nem sempre é possível contar com condições adequadas, as pessoas optam por desenvolver suas atividades profissionais em um coworking.

Porém, como ainda se trata de um mercado pouco explorado, a tendência mostra que há muito espaço para se investir. Sendo assim, se você tiver interesse em se aventurar neste setor, você pode criar espaços que tenham temas específicos e ofereçam a possibilidade de reunir os profissionais, bem como os serviços e os recursos de apenas um segmento, como é o caso daqueles voltados para pessoas que trabalham na área da moda, agronegócio, educação, marketing, entre muitos outros.

Clubes de assinatura

De uns tempos para cá com certeza você percebeu o boom e o crescimento dos clubes de assinatura, que oferecem desde livros, até cervejas artesanais a seus assinantes. De acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira dos Clubes de Assinatura, só em 2017 o país já contava com 350 empresas deste setor em atuação.

O serviço funciona da seguinte forma: todos os meses estas empresas enviam a seus assinantes produtos relacionados aos setores em que atuam, podendo ser vinhos, roupas, alimentos saudáveis, entre outros.

A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico – ABCom informou em 2019, que nos últimos 4 anos o número de empresas deste segmento aumentou 167%. Em 2018, o faturamento do setor alcançou incríveis R$ 1 bilhão, contando com 800 clubes de assinatura em atividade plena.

Diante disso, observamos que se trata de um investimento mais do que válido, porque, além de não parar de crescer e dar a você uma ampla gama de segmentos em que você pode trabalhar, o mercado também faz com que consumidores sintam-se mais seguros com a sua forma de atuar, o que nos leva a entender que a adesão a ele pode e deve aumentar ainda de forma considerável.

O mercado de alimentação

O mercado de alimentação é um dos que continua tendo resultados positivos, mesmo diante da crise que enfrentamos nos últimos anos, principalmente aquele voltado para o mercado saudável, gourmet e plant-based.

Confira os motivos que fazem com que investir em alimentação seja uma excelente ideia!

Os gourmet

Números que comprovam que o mercado dos alimentos gourmet tem grande potencial vêm do relatório Brasil Food Trends 2020, que diz que 23% da população brasileira prioriza aspectos como a sensorialidade e o prazer em seus hábitos de consumo, o que nos faz entender que uma das principais tendências é investir nos alimentos que apresentem ao consumidor maior valor agregado, como é o caso dos tão famosos alimentos gourmetizados.

Assim, como dica de investimento, o que você pode fazer é considerar opções que levem às pessoas versões premium de comidas tradicionais, como é o caso das hamburguerias, que viraram febre nos últimos anos e caíram no gosto do público, além de criar novas categorias destes tipos de produtos.

Os saudáveis

Outra tendência deste mercado são os alimentos da categoria saudável e bem-estar, dos quais fazem parte os orgânicos, diet/light, os sem glúten, sem lactose, low carb e assim por diante.

Dados relacionados a este mercado vêm da Euromonitor, que informa que o setor, tanto de alimentos, quanto de bebidas saudáveis, teve um crescimento de 12,3% ao ano, em um período de cinco anos. Para 2019, a previsão é de que este ano termine com um crescimento de 50%, o que corresponde a R$ 110 milhões.

A conclusão que tiramos disso é a de que este tipo de negócio tem ganhando cada vez mais espaço, porque existem pessoas buscando pela manutenção de uma alimentação mais saudável e de qualidade em seu dia a dia. O que nos leva a entender que, a partir da melhora da economia, as chances destes tipos de produto serem ainda mais procurados são bem altas.

Tendo este ponto em vista, os investimentos que você pode fazer são aqueles relacionados a lojas de produtos naturais, que vendam marcas de alimentos saudáveis, lanchonetes, restaurantes ou franquias especializadas neste tipo de comida, entre outros estabelecimentos, que atuem neste segmento e ajudem você a conquistar bons resultados, por meio de seu negócio próprio.

Os plant-based

De acordo com pesquisa do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística – Ibope, em 2018 houve um crescimento considerável de pessoas que se declararam vegetarianas. Foram 14% da população brasileira, o que, na época, correspondia a 30 milhões de pessoas.

Outra informação, também relacionada à pesquisa, diz que 55% das pessoas têm disposição para o consumo maior de produtos da categoria vegana, que são aqueles que não contemplam ingredientes de origem animal.

Indo ao encontro desta tendência, foi criado o conceito de plant-based diet, ou, em português, dieta à base de plantas, que torna o vegetarianismo algo mais acessível, introduzindo alimentos de origem 100% vegetal no dia a dia de pessoas que ainda consomem carne.

E muitas marcas já estão de olho nestas informações e nesta tendência. Entre elas está o Burger King, a Impossible Burger e a Fazenda Futuro, que lançaram sanduíches sem carne, com hambúrgueres feitos somente a base de vegetais e que se tornaram um verdadeiro fenômeno, inclusive aqui no Brasil.

Isso nos mostra que realmente estamos em meio à uma grande mudança cultural, no que diz respeito à alimentação, o que quer dizer que aqueles que chegarem na frente neste mercado, terão chances maiores de colher bons resultados a partir dele.

Conforme podemos observar, são diversos os mercados em que há boas chances de ter sucesso empreendendo, sendo que o segmento de alimentação é um dos que mais se destaca, por, praticamente, ser resiliente e não sofrer com as crises que surgem sem avisar.

Se você se interessou por esta área, saiba que é possível investir em uma das franquias mais promissoras de nosso país, que são as franquias aqui do Grupo QG. Para saber mais sobre cada uma delas, basta entrar em contato com a nossa equipe, tirar suas dúvidas e começar 2020 investindo em um negócio de sucesso!

Agora conta aqui para nós: o que você achou deste conteúdo? Em qual tipo de negócio você pensa em investir? Deixe nos comentários seus planos para 2020 e lembre-se de continuar acompanhando nossas postagens, pois diariamente trazemos novos materiais, que vão te deixar ainda mais preparado para se tornar um franqueado bem-sucedido.