fbpx
Grupo QG

BLOG

Sejam bem vindos ao blog do Instituto Grupo QG, aqui
você fica sempre atualizado sobre nossas novidades.

Escolhendo o equipamento de refrigeração correto para seu restaurante


 

Qual o melhor aparelhos de refrigeração para o seu restaurante?

Um dos maiores cuidados que os restaurantes e demais locais que trabalham com alimentação devem ter é com a refrigeração dos alimentos, que precisam de equipamentos adequados, capazes de ajudar o estabelecimento a manter estes mesmos alimentos em boas condições de preparo dos pratos e de consumo por parte dos clientes no dia a dia. 

Estar atento a este ponto é essencial, tanto para o cuidado com a saúde e bem-estar do consumidor, quanto para atender à legislação e às normas da vigilância sanitária, que, através de seu código, prevê que os gêneros alimentícios utilizados pelos restaurantes devem, obrigatoriamente, ser armazenados de maneira separada e também em temperaturas distintas. 

Diante disso, fazer a escolha dos equipamentos de refrigeração de forma correta é fundamental no ramo alimentício, pois isso vai demonstrar o quanto o estabelecimento e aqueles que estão em seu comando se preocupam com a saúde de seus clientes e em manterem-se atuantes, de acordo com a legislação de nosso país. 

Venha conosco na leitura deste importante conteúdo e saiba como você pode escolher o equipamento de refrigeração correto para o seu restaurante. 

Como escolher o equipamento de refrigeração correto para o seu restaurante?

O cuidado e atenção com os equipamentos de refrigeração que fazem parte de um restaurante devem ser constantes, pois isso evita que contaminações cruzadas ocorram, assim como desperdícios e que os alimentos estraguem, causando, dessa forma, prejuízos ao estabelecimento e também problemas com a fiscalização sanitária, que podem lhe gerar multas e embargos, caso as normas sejam ignoradas. 

Por isso, o ideal para se fazer uma escolha assertiva é conhecer os principais modelos de equipamentos existentes no mercado e a que se destinam, para que, dessa maneira, você saiba de quais vai precisar e irá utilizá-los adequadamente no dia a dia do restaurante. Confira:

Freezers

Os primeiros equipamentos sobre os quais vamos falar são os freezers, que basicamente são encontrados no mercado no formato horizontal e também no vertical. Para fazer a escolha correta para o seu restaurante o que você deve saber sobre os freezers é que eles podem chegar à temperaturas de menos 20ºC, sendo recomendados para a conservação de variados tipos de alimentos. 

Assim, se você tiver em seu restaurante alimentos congelados, sorvetes, carnes, frutos do mar, entre outros que levem a mesma ou classificações consideradas semelhantes, os freezers podem ser uma boa alternativa, não só para esta finalidade, como também para a manutenção de produtos que ainda estejam em estoque. 

Neste caso o que você vai precisar também para fazer a escolha correta é analisar o espaço que você possui em seu restaurante, que é o que vai lhe dizer se você vai precisar de um modelo horizontal ou vertical. Depois disso, os quesitos que você vai observar é quanto à capacidade, à tecnologia, quantidade de portas, variação de temperatura, se possuem dupla ação e demais atributos, que atendam às necessidades do seu estabelecimento.

Expositores

Os próximos tipos de equipamentos que vamos apresentar são os expositores refrigerados. Eles são conhecidos por se parecerem com freezers verticais, mas com a diferença de terem a sua porta de vidro, para que, dessa maneira, fique mais fácil visualizar os produtos expostos em seu interior, sem que haja a necessidade de abri-lo.

Aqui também você vai fazer a escolha que esteja mais adequada à necessidade do seu restaurante, já que é possível encontrar expositores com mais de duas portas, que permitem a separação dos alimentos por seções; com profundidade e largura variadas, entre outros pontos, capazes de ajudá-lo a se manter em conformidade e atender seus clientes com qualidade. 

Cervejeiras

Se o seu restaurante optar por oferecer cerveja a seus clientes, as cervejeiras são boas opções para armazenar a bebida, além de muitas outras. Elas são vantajosas, pois permitem que você comercialize bebidas para o cliente consumir na hora, sendo que as mesmas serão sempre mantidas bem geladas.

Entre as opções que você pode encontrar no mercado estão aquelas com porta de chapa com visor, ajustes de temperatura, sistema frost-free, entre outros recursos. 

Ilhas

Seguindo adiante com a nossa lista de equipamentos, agora vamos falar sobre as ilhas, que, no quesito funções, são bem parecidas com os freezers horizontais, tendo como principal diferença as tampas de vidro em cima, que, assim como os expositores, permitem a visualização dos produtos sem que seja necessária a sua abertura. 

Se o seu restaurante trabalhar com alimentos congelados como pescados, carnes, lasanhas, pizzas, entre outros, este equipamento é o ideal para conservá-los no dia a dia. 

O armazenamento dos alimentos

De acordo com o Código de Vigilância Sanitária (CVS-5) vigente em nosso país, é necessário que os donos dos estabelecimentos voltados para alimentação, bem como as pessoas responsáveis pelo estoque e manipulação dos mesmos, tenham certos cuidados no dia a dia, no que diz respeito à separação e armazenamento dos variados gêneros alimentícios. Entre estes cuidados estão:

Prontos ou já manipulados

Quando o assunto são os alimentos já preparados ou manipulados, o ideal, no que tange à sua separação é que, é que eles fiquem distantes dos outros. 

Produtos in natura

Este é um tipo de alimento que deve ser armazenado em refrigeradores ou câmaras frias, até que se realize o seu processo de manipulação e distribuição. 

Produtos secos

Já no caso dos produtos secos, o ideal é que estes sejam armazenados, de acordo com o CVS-5, em almoxarifados específicos para este tipo de alimento. 

Proteínas

Agora, quando o assunto são as proteínas, o que o código diz é que elas devem ser mantidas em refrigeramento ou congelamento, em uma temperatura que fique entre 0 a 4 graus ou em menos 18 graus. 

Hortifruti

Por fim a regra para armazenamento dos hortifrutis diz que este tipo de alimento deve ficar em uma temperatura de 4 a 6 graus. 

Outros pontos importantes sobre o assunto 

Além das questões que apresentamos até aqui existem algumas outras que merecem atenção e que são de extrema importância, quando o assunto são os equipamentos, bem como o armazenamento e separação de alimentos, em estabelecimentos voltados para este mercado. 

Uma delas diz respeito ao descongelamento, que deve, obrigatoriamente, ser realizado conforme a fabricante do equipamento recomenda e também conforme às normas de segurança alimentar. Assim, é importante lembrar que é expressamente proibido descongelar alimentos em temperatura ambiente, devendo este processo ser efetivado sob refrigeração. 

Outro processo com o qual se pode contar com os equipamentos é para a regeneração dos alimentos, que nada mais é que fazê-los voltar ao que eram antes. Existem modelos no mercado que permitem que isso seja feito, utilizando, para isso, temperaturas de mais 3 graus ou menos 18 graus, a depender do que se deseja realizar. Assim, é possível manter duas coisas que são essenciais nos alimentos, que são as suas propriedades e a sua segurança alimentar.

Por fim, há também o processo de fermentação dos alimentos, que pode ser alcançado também através dos equipamentos, já que determinados modelos contribuem para que uma fermentação natural aconteça, sem que para isso seja necessário fazer mudanças bruscas de temperatura. Ou seja, a umidade do equipamento, que no caso é a câmara, é dominada, permitindo que se espere o momento ideal para que a fermentação de fato aconteça.

Com estas dicas, não vai ter erro na hora que você for escolher os equipamentos ideais para o seu restaurante. 

Agora fala aqui: o que você achou deste conteúdo? Quais equipamentos tem em seu restaurante? Compartilhe nos comentários as suas impressões sobre este tema e continue acompanhando nossos conteúdos, pois aqui você tem o melhor da informação sobre franquia e sobre o mercado da alimentação.