fbpx
Grupo QG

BLOG

Sejam bem vindos ao blog do Instituto Grupo QG, aqui
você fica sempre atualizado sobre nossas novidades.

Dicas básicas de gestão para o segmento de alimentos


 

franquia de alimentos - dicas de gestão

Dicas de gestão para franquias do setor de alimentos

A gestão de negócios do ramo alimentício é um tema que gera muitas dúvidas! Vamos esclarecer melhor para você com dicas sobre este assunto!

O segmento de alimentação apresenta números grandiosos de crescimento, inclusive quando se trata das franquias de alimentos. Mesmo sendo um mercado bastante atrativo e em grande expansão, muitas pessoas deixam de investir nele devido aos desafios que se apresentam diariamente em uma lanchonete ou restaurante. 

São características desses estabelecimentos possuírem horários não convencionais de funcionamento, um controle sobre o estoque de alimentos perecíveis e fiscalizações específicas. Esses são fatores que geralmente afastam novos empreendedores do ramo alimentício. 

Apesar desses desafios diários e constantes, existem estratégias capazes de fazer com que esses desafios sejam manejáveis e, assim, conseguir extrair o máximo de rentabilidade do seu negócio de alimentação. Em qualquer ramo de atuação, é preciso estar atento para aspectos gerenciais do negócio, não seria diferente com lanchonetes e restaurantes, por exemplo. 

Não basta apenas fornecer um produto de qualidade. É preciso colocar em prática princípios e conceitos da gestão em restaurantes. O funcionamento de maneira orgânica, sem planejamento e práticas de gestão podem, de fato, tornar o cotidiano de seu restaurante ou lanchonete desafiador e desestimulante. 

Se você não está por dentro de quais ferramentas estratégicas implementar em seu negócio do setor alimentício, não se preocupe, pois vamos explicar aqui sobre a gestão para o segmento de alimentação. E mesmo que você já faça uma gestão do seu estabelecimento alimentício, que tal aproveitar as dicas a seguir para aprimorar ainda mais seu modelo de gestão? 

Princípios básicos de gestão para qualquer tipo de estabelecimento que trabalhe com alimentos

Existem diversos segmentos dentro do ramo de alimentação que você pode seguir. Eles variam de redes de fast-food a restaurantes com foco em alimentação saudável, ou seja, há uma grande diversidade de produtos de alimentação que podem ser colocados à venda. Entretanto, independentemente do tipo de alimento que um estabelecimento possui em seu cardápio, há elementos básicos de gestão em restaurantes, que vão permear quaisquer tipos. 

Confira alguns princípios básicos para a gestão do seu estabelecimento:

 

  • Mantenha-se fiel à personalidade da sua marca

 

Para criar uma marca forte do seu restaurante ou lanchonete, que seja respeitada no mercado, é importante que as decisões a serem tomadas não contrariem a essência do seu negócio. Manter-se fiel à identidade do seu negócio, faz com que sua marca ganhe mais credibilidade com seus clientes, fazendo com que se tornem ainda mais cativos. 

Quando for tomar qualquer decisão dentro do seu estabelecimento, se pergunte se ela vai de encontro ao conceito que sua marca propõe. Em caso afirmativo, prossiga com essa ideia. Mas se a decisão contrariar sua identidade, às vezes é melhor dar um passo para trás e repensar essa decisão. 

 

  • Não tenha medo de mudanças

 

O mercado da alimentação é bastante dinâmico. Isso exige que os restaurantes mudem constantemente. Por isso, é muito importante que você não tenha receio de mudar aspectos do seu negócio. Além de não ter medo de mudanças, é preciso estar preparado constantemente preparado para elas, já que as mesmas são praticamente inevitáveis.

Dessa forma, estar sempre a par das tendências de consumo do setor alimentício é uma maneira de se antecipar à possíveis mudanças que venham a ocorrer. Além disso, estar antenado às tendências pode te ajudar a se preparar e a planejar prováveis mudanças que venha a implementar dentro do negócio.

 

  • Motive constantemente seu time 

O cotidiano de um restaurante é bastante intenso para todos que estão envolvidos nele. Nesse aspecto, ter uma equipe motivada é essencial para que o operacional funcione em harmonia e no seu melhor potencial. 

Por isso, busque inovar nos reconhecimentos que dá ao seu time. Incentive sua equipe a se capacitar, para oferecer cada vez mais um melhor atendimento aos seus clientes. Tudo isso ajuda a aumentar a produtividade do seu estabelecimento. 

Vale ressaltar também que cada negócio vai ter um perfil de colaboradores e de equipe e, dessa forma, vai ter uma melhor maneira que se encaixa a esse perfil, que seja capaz de potencializar a motivação desses profissionais. 

 

  • Vá em busca de bons negócios

 

Procure sempre negociar os melhores preços com os fornecedores de produtos que você precise. Ter uma boa negociação pode te ajudar a garantir que os melhores produtos cheguem aos seu clientes com os melhores preços. 

É trivial que você adquira consciência da importância que seu restaurante desempenha no mercado, a fim de que consiga fazer uso do seu poder de barganha face aos fornecedores. 

 

  • Conheça bem o seu cliente

 

O seu restaurante ou sua lanchonete devem estar voltados a prestar um bom atendimento aos seus clientes e ser capaz de oferecer um produto de qualidade. Esses aspectos são potenciais de fidelização de consumidores. Mas, como já falamos anteriormente, o ramo de alimentação é bastante dinâmico o que acaba por exigir mudanças constantes. 

Tenha em mente que essas mudanças não podem e nem devem trair o conceito do seu negócio. Além disso, é necessário se preocupar também com a forma que essas mudanças podem ser absorvidas pelos seus clientes. 

Por isso, conhecer bem o perfil da sua clientela é um diferencial, para que você entenda quais são as expectativas que possuem em relação ao seu negócio. Dessa forma, você será capaz de tomar decisões coerentes com a alma do seu negócio e que agradem o seu público-alvo.

 

  • Tenha processos internos claros e formas de controle

 

Os produtos que seu restaurante fornece devem possuir um processo de produção bem definido, que seja claro e eficaz. Determinar esses processos é a melhor maneira de garantir que o seu produto saia do cardápio e chegue à mesa do seu cliente com qualidade e eficiência. 

Outro aspecto importante é conhecer profundamente esses processos para saber explicar a sua equipe, em casos de dúvidas ou erros. Ainda, é importante fornecer treinamentos para que a equipe saiba aplicar de forma correta os processos de produção e operação do seu restaurante. 

Esses são os princípios essenciais da gestão de restaurantes, que se deve ter mente, para que seu estabelecimento funcione em seu máximo potencial. Vamos continuar aprofundando os conhecimentos sobre esse tema, continue ligado! 

Qual deve ser o foco na gestão no segmento de alimentos?

Quando se trata de um estabelecimento que atua no ramo alimentício o foco deve ser justamente os produtos alimentícios que fornece para o mercado. Toda a estrutura da gestão de um restaurante deve ter em atenção a produção da comida, desde os aspectos financeiros até os recursos humanos. 

Dessa maneira, o foco principal para a gestão deste tipo de estabelecimento é nos produtos, para que eles se apresentem com alta qualidade e competitividade no mercado. 

O que não pode faltar nesse tipo de gestão?

Administrar estabelecimentos do ramo da alimentação envolve diversos pontos, diferentes entre si, que você deve prestar atenção, para que o funcionamento do seu estabelecimento ocorra de maneira harmônica e sinérgica. Vamos agora pontuar alguns desses aspectos, que vão te ajudar a ficar atento a eles! 

 

  • Esteja atento à legislação

 

Um restaurante deve estar atento a três aspectos legais básicos, que são as regulamentações da vigilância sanitária, as legislações locais e as leis trabalhistas. Com relação à vigilância sanitária, é importante estar dentro dos padrões que esse órgão regulatório impõe aos estabelecimentos de alimentação, especialmente para que esteja apto a servir alimentos bem preparados e com atenção à saúde dos seus clientes. 

Dependendo da cidade e do estado que seu restaurante estiver localizado, as legislações tributárias vão variar. Especialmente no que se diz respeito a emissão de Nota Fiscal. Cada lugar vai ter um procedimento específico que será necessário que você enquadre. Esteja atento a esse detalhe para não deixar de recolher os impostos devidos.

Por último, é importante estar adequado à legislação trabalhista, uma vez que restaurantes funcionam em horários e dias da semana não convencionais. Nesse sentido, existem regras legais de escala das pessoas da sua equipe que você deve se atentar, a fim de evitar possíveis penalidades. 

 

  • Cultive seus clientes

 

Investir no relacionamento com o cliente pode ser um investimento em melhorias para seu negócio. Realizar, por exemplo, pesquisas de satisfação, dá margem para que eles falem sobre o que pensam do seu restaurante e, assim, com base nesses dados, você consegue criar uma estratégia de melhoria. 

Outra questão importante é estar atento às sobras deixadas por eles. Isso pode ser um sinal de baixa qualidade do produto que está sendo vendido. Estabeleça uma meta de sobras e preste atenção se ela for ultrapassada, para que você reveja em qual aspecto de qualidade do produto está pecando.

 

  • Invista em marketing

 

Investir em redes sociais, um site e anúncios online pode ser um diferencial competitivo do seu restaurante. Para as redes sociais, analise primeiro qual é o perfil dos seus clientes e qual rede social eles mais estão presentes, e então crie o perfil comercial do seu restaurante. Para isso, sugerimos que invista em boas fotos dos seus produtos, para atrair cada vez mais novos consumidores.

Investir em um site também é uma boa pedida, para que os clientes busquem na internet caso tenham dúvidas sobre horários de funcionamento, endereço, cardápio e demais informações úteis. Mas é interessante também inserir dados sobre a alma do seu negócio, como a sua história, os valores que movem a empresa, entre outros. 

Sobre os anúncios online é necessário realizar antes uma pesquisa se realmente é interessante para o seu negócio investir nesse tipo de propaganda, pois, às vezes, o seu público alvo não está nesse meio digital. Nesse caso, faz sentido investir em outro tipo de publicidade. Avalie bem qual tipo de anúncio faz sentido para o seu restaurante, respeitando o perfil da sua clientela. 

 

  • Ofereça um ambiente atrativo

 

O aspecto físico do seu restaurante com certeza será avaliado por um potencial cliente. Oferecer um ambiente esteticamente agradável é com certeza um diferencial para o seu estabelecimento. Preze não apenas pela estética, mas também pelo conforto dos seus consumidores. Esses pontos são triviais, para garantir uma boa experiência ao cliente, fazendo com que ele retorne mais vezes ao seu restaurante.

Ainda, é importante oferecer um local limpo. Pode ter certeza que o seu cliente será um fiscal tão exigente quanto um fiscal da vigilância sanitária. Não dá, portanto, para pecar nesse aspecto. Apresente um salão bem higienizado, utensílios bem lustrados, banheiros limpos e uma equipe de atendentes devidamente uniformizados.

 

  • Preste atenção na concorrência

 

Estar de olho no que seus concorrentes estão fazendo é interessante para que você não fique para trás no mercado. Além disso, não menospreze seus concorrentes, sejam eles grandes ou pequenos. Cada um deles pode ter algo a te ensinar e que talvez seja interessante aplicar em seu negócio.

Além de conhecer seus concorrentes, é essencial que você conheça seus diferenciais no mercado. Procure exaltar essas qualidades para quem interessa: seus clientes! Nesse sentido, não é legal que você fale mal da concorrência. Pelo contrário, é uma atitude antiética. Respeite-os e valorize o que seu restaurante tem de melhor. 

 

  • Seja um líder que inspira 

 

Ser um líder de verdade é ser alguém que inspira os outros. Por isso, procure sempre motivar sua equipe! Você pode muito bem liderar pelo exemplo, isso também é inspirador. Atenda seus clientes da maneira como gostaria que sua equipe realizasse esse atendimento. Trate as pessoas da sua equipe como você gostaria que te tratassem também. 

Participe de todos os processos da empresa, desde a produção até a operação. Saiba todos os detalhes do funcionamento do seu negócio e participe dele, auxilie, tire dúvidas, produza. Demonstrar para sua equipe que você também é parte dela ajuda a demonstrar que você se importa com ela e a valoriza. Seja um líder de verdade e isso pode fazer com que você tenha uma gestão eficiente do seu restaurante. 

Gostou de saber mais sobre a gestão em restaurantes? Deixe aqui o seu comentário e compartilhe essas informações com seus amigos em suas redes sociais!