fbpx
Grupo QG

BLOG

Sejam bem vindos ao blog do Instituto Grupo QG, aqui
você fica sempre atualizado sobre nossas novidades.

Um panorama sobre o Modelo de Franquias no Brasil


situação das franquias no brasil

Entenda o panorama do mercado de franquias no Brasil

Quando o assunto é o mercado de franquias no Brasil algo que é fato é o crescimento constante deste modelo de negócios em nosso país. Isso tem acontecido em decorrência de um ainda tímido, porém crescente movimento de retomada da economia, que incentivou variados segmentos a investirem neste formato, bastante atraente, e que se transformou em uma excelente alternativa para quem deseja ter sucesso na jornada empreendedora.

Por mais que tenhamos enfrentado, ao longo deste ano, e ainda estejamos enfrentando, um cenário de crise econômica e desemprego, e que o mercado de franquias tenha sido fortemente influenciado por ambos, investir em um modelo de negócios, que já foi testado e deu certo, faz com que cada vez mais empreendedores optem pelas franquias, para terem a oportunidade de trabalhar por conta própria, com mais segurança, já que os riscos financeiros são mais baixos que os demais formatos.

Assim, ao longo deste conteúdo, vamos traçar um panorama completo sobre o modelo de franquias no Brasil, mostrando as tendências que estão mais em alta, para que, dessa forma, você, enquanto empresário e empreendedor, tenha a oportunidade de aproveitar o crescimento deste tipo de negócio e comece agora mesmo a investir na abertura de sua própria franquia.

Um panorama geral sobre as franquias no Brasil

Fazendo um panorama geral sobre o cenário atual do mercado de franquias em nosso país, é importante ressaltar que trata-se de um modelo que é regulamentado pela Lei 8.955, de dezembro de 1994, que em suma prevê os direitos e deveres de franqueados e franqueadores.

Com isso, conseguimos observar que trata-se de um sistema que é levado a sério no Brasil e realmente é organizado, o que acaba por justificar o sucesso que faz, bem como o seu crescimento e desenvolvimento a cada ano que passa.

Falando especificamente sobre os números, de acordo com a Associação Brasileira de Franchising – ABF, que é a grande incentivadora deste mercado em nosso país, no período de 2015 a 2017, assim como a maioria dos negócios existentes no Brasil, as franquias sofreram bastante com a crise mundial pela qual passamos, o que acarretou em uma queda em sua performance.

Somente em 2018 é que houve uma retomada no crescimento do setor, que apresentou um faturamento considerável de mais de R$ 170 bilhões, 7% a mais do que foi faturado em 2017.

Este mesmo movimento aconteceu neste ano, ou seja, os números também apresentaram uma performance positiva já no primeiro trimestre, com um crescimento surpreendente de 7%. Ao compararmos com 2018, o setor cresceu, no mesmo período, 5,1%. Isso demonstra resultados positivos, que dão sinais de que não haverá recuo no setor.

Diante destes números e dos que ainda vamos apresentar aqui, é possível dizer, com convicção, que o modelo de negócios implementado pelas franquias é altamente benéfico para o país, de uma forma geral, por ser um grande gerador de empregos diretos e indiretos, uma vez que, dependendo do setor, ao darem início às suas atividades, acabam contribuindo também para o início das atividades de diversos outros tipos de empresas, que trabalham em parceria com a franquia.

Um exemplo disso são as franquias que atuam no segmento de eventos, que acabam por agregar serviços relacionados à buffet, aluguel de espaços, segurança, alimentação, entre outros, capazes de movimentar bastante, não só o segmento em si, mas também a economia do país como um todo.

Os números do mercado de franquias no Brasil

Nos parágrafos acima nos apresentamos alguns números do mercado de franquias, relacionados ao primeiro trimestre de 2019. Agora vamos apresentar dados um pouco mais atualizados, referentes ao desempenho do setor no terceiro trimestre deste ano.

Faturamento

Neste período, de acordo com levantamento feito pela ABF, houve um crescimento econômico moderado e o mercado se apresentou mais confiante. Neste contexto, as franquias acompanharam a evolução do varejo e tiveram um aumento em seu faturamento de 6,1% no terceiro trimestre deste ano, o que corresponde a R$ 47.203 bilhões. No mesmo período de 2018, o montante faturado foi de R$ 44.479 bilhões.

No que diz respeito ao faturado nos últimos 12 meses, o aumento foi de 6,8%, correspondendo a R$ 182.657 bilhões. Em 2018 este número foi de R$ 170.988 bilhões.

Abertura e fechamento de unidades

Com relação ao número de abertura e fechamento de unidades neste período, o aumento da confiança do empresário e do consumidor fizeram com que o saldo apresentado fosse positivo, se comparado ao mesmo período de 2018. Neste ano foram 4,3% lojas abertas, 1,4% lojas fechadas, gerando um saldo de 2,9%. Já no ano passado foram 3,5% lojas abertas 1,3%, lojas fechadas e 2,2% de saldo.

Segmentos em destaque

Neste trimestre, os segmentos que ganharam grande destaque foram os de:

  • Casa e construção: em decorrência do aumento do leque de produtos e serviços; de uma integração maior entre indústria e lojas e também do investimento maior em capacitação;
  • Moda: no caso da moda o destaque se deu por conta do crescimento das vendas online, da revisão das linhas de produtos e pelo posicionamento das marcas;
  • Comunicação, informática e eletrônicos: devido ao aumento no sortimento de empresas de gestão de meio de pagamentos e também da abertura de novas unidades;
  • Hotelaria e turismo: agora, no caso da área de hotelaria e turismo, o seu destaque foi em decorrência do aumento do faturamento das franquias já existentes, do investimento no segmento hoteleiro e do início das operações de companhias low cost no país.

Empregos gerados

No que diz respeito aos empregos gerados pelas franquias, os números são animadores, maiores, inclusive, do que o índice nacional. Foram 4% a mais que em 2018, derivados da retomada da expansão que ocorreu neste período.

Cidades com maior crescimento em número de unidades

Entre os 10 municípios brasileiros que mais cresceram neste período estão Cuiabá, Santo André, Sorocaba, Londrina, São José do Rio Preto, Teresina, São José dos Campos, Guarulhos, Belo Horizonte e Manaus.

Cidades com maior crescimento em número de marcas

Com relação às marcas, as 10 cidades que mais tiveram crescimento neste sentido foram Guarulhos, Londrina, Curitiba, São Paulo, Goiânia, Rio de Janeiro, Santos, Porto Alegre, Florianópolis e Jundiaí.

Dados sobre o setor de alimentação

No ambiente empresarial, as perspectivas para 2020 são muito boas, tanto para quem já tem, quanto para quem está com planos de abrir um negócio. Neste contexto, as franquias de alimentação se encaixam com perfeição. Vamos descobrir as razões disso, a seguir:

Negócios mais enxutos e eficientes

A primeira razão que torna o investimento nas franquias algo que vale a pena é que, em decorrência da última crise econômica pela qual passamos, os negócios desta área se viram praticamente obrigados a remodelar seus formatos de operação, transformando as empresas e franqueadoras em algo mais enxuto e eficiente.

O que os empresários deste setor fizeram foi simplesmente aumentar as margens, que foram capazes de cobrir as despesas a mais, que surgiram em meio às dificuldades e que, nesta fase atual, estão dando base para que resultados melhores surjam durante os momentos positivos.

Alimentação fora do lar

De uns tempos para cá, tem crescido, cada vez mais, o interesse do consumidor por se alimentar fora de casa. Isso se dá, principalmente, pela falta de tempo para preparar as próprias refeições e também pelo cuidado e preocupação dos estabelecimentos em oferecer produtos de maior qualidade a eles.

De acordo com um estudo feito pela empresa Geofusion, de inteligência geográfica, em parceria com a Mastercard, em 2017 o brasileiro teve um crescimento em seu potencial de despesas com alimentação de fora do lar de 4,72%. E este ano, a previsão é que haja novo avanço nesta direção.

Assim, ter uma franquia de alimentação, é algo extremamente positivo, pois as chances de retorno sobre o investimento são maiores e ocorrem com mais rapidez.

Mercado em constante alta

Quando fazemos uma análise com relação às franquias voltadas para o setor de alimentação nos deparamos com números positivos e animadores. Em seu balanço trimestral, a ABF divulgou que no 2º trimestre de 2019 este foi um dos segmentos que teve maior destaque, com um faturamento que chegou a incríveis R$ 11,546 bilhões.

De acordo com os dados divulgados, isso corresponde a um crescimento de 5,4%, quando comparamos com o mesmo período de 2018.

Boas perspectivas e tendências

Com relação às tendências futuras para este setor, especialistas dizem que existem sub-segmentos dentro das franquias de alimentação, que podem trazer um retorno positivo aos investidores.

Entre elas é possível citar aquelas voltadas para as refeições naturais e saudáveis, que tiveram um crescimento de 98% entre os anos de 2009 e 2014, de acordo com pesquisa realizada pela Euromonitor, as hamburguerias, que ganharam bastante espaço este ano e ainda terão lugar no mercado no ano que vem, além de estabelecimentos que têm como foco oferecer uma experiência positiva a seus clientes.

Além destas informações, alguns outros dados podem servir como grande incentivo para que você se anime e invista no segmento de franquias de alimentação. Veja quais são eles:

  • R$ 93,6 bilhões foram movimentados no setor em 2016 no Brasil;
  • 12,3% é a média de crescimento ao ano do setor no Brasil, na última década;
  • Já em outros países, a média de crescimento é de 8%;
  • No ranking mundial, o ramo de alimentação está em 5º lugar;
  • Com relação aos alimentos orgânicos, este nicho teve o maior crescimento nos últimos 5 anos, chegando a 18,5%.

As franquias mais lucrativas do mercado brasileiro

Depois de apresentar todo um panorama sobre o mercado de franquias em nosso país, vamos te apresentar os franqueadores no Brasil mais lucrativos, caso você tenha ficado interessado em começar 2020 investindo neste modelo de negócios.

1 – McDonald’s

A primeira marca mais rentável para se investir no mercado de franquias é o McDonald’s. Em nosso país a receita da Arcos Dorados, empresa responsável pela operação da empresa na América Latina  cresceu 3,9% no segundo trimestre deste ano, o que corresponde a US$ 329,3 milhões.

2 – Hering

Atuando no Brasil desde 1880, e no modelo de franquias desde 1993, a Hering nasceu em Santa Catarina e fechou o terceiro trimestre de 2019 com um lucro líquido de R$ 64,1 milhões, tendo um aumento de 22,3%, se comparado ao mesmo período de 2018.

3 – 5 À Sec

Considerada a maior rede de lavanderias do mundo, a 5 À Sec tem 45 anos de história e se destaca em nosso país, sendo considerada líder mundial em número de lojas e também em faturamento.

O seu faturamento médio mensal gira em torno de R$ 55 mil a R$ 150 mil e o lucro mensal, uma média divulgada pela rede é de 20 a 30% do faturamento.

4 – Havaianas

Uma das franquias mais amadas e conhecidas no mundo, as Havaianas, que atualmente tem a sua operação administrada pela Itaúsa, em 2018 teve uma lucratividade de 1,6 bilhão de reais.

5 – FlyTour

Franquia voltada para o mercado de viagens para empresas, a FlyTour tem marcas bilionárias para apresentar. Só em 2018 ela registrou R$ 2,8 bilhões em vendas corporativas.

Além destas opções, existem muitas outras que os interessados em tornarem-se franqueados no Brasil podem investir, tanto para iniciarem seus próprios negócios, quanto para investirem em outros segmentos, como é o caso das franquias do Grupo QG, que além de serem valorizadas pelo público, também somam altos índices de faturamento por ano.

Para saber mais, basta entrar em contato com a nossa equipe e tirar todas as suas dúvidas.

O que você achou de saber um pouco mais sobre o modelo de negócios que mais cresce em nosso país? Deixe nos comentários a sua opinião e lembre-se de compartilhar este super panorama com seus amigos e familiares.