fbpx
Grupo QG

BLOG

Sejam bem vindos ao blog do Instituto Grupo QG, aqui
você fica sempre atualizado sobre nossas novidades.

O que é a ABF? E como ela atua no meio de franquias, franqueadores e franqueados


 

Associação Brasileira de Franchising

Conheça um pouco sobre a ABF (Associação Brasileira de Franchising)

A grande expansão do mercado de franquias no Brasil, durante os últimos anos, se deu por meio de inúmeros fatores e pela atuação de diversas entidades, que contribuíram e continuam contribuindo, de forma significativa, para que haja um desenvolvimento cada vez maior deste, que é um dos modelos de negócios mais promissores em atividade em nosso país.

Por ser um sistema já testado no mercado, as franquias oferecem a empresários e empreendedores a segurança para investirem, o que faz com que o modelo cresça ainda mais a cada ano que passa.

Além disso, algo que também colabora para que este processo aconteça, é a atuação de uma entidade, que há exatos 32 anos trabalha com dedicação, para desenvolver métodos eficientes, capazes de organizar o setor e dar cada vez mais oportunidades de crescimento, tanto a franqueados, quanto a franqueadores. Estamos falando da Associação Brasileira de Franchising, mais conhecida neste meio pela sigla ABF.

Acompanhe-nos na leitura deste conteúdo e saiba tudo sobre esta entidade tão importante para quem tem ou deseja, em algum momento, abrir uma franquia!

O que é ABF?

Entidade sem fins lucrativos, reconhecida e atuante em todo o território nacional, a Associação Brasileira de Franchising – ABF, foi criada em 1987, com o objetivo de atuar na promoção da cultura de franquias, contribuindo, de maneira efetiva, para o desenvolvimento pleno e intenso deste mercado em nosso país. Trata-se da segunda maior entidade de franchising do mundo, ficando atrás apenas da International Franchising Association – IFA.

Hoje ela conta com mais 1100 associados, que, de acordo com a própria entidade, estão divididos entre franqueadores, potenciais franqueadores, franqueados, fornecedores e consultores atuantes no setor, que trabalham incessantemente no desenvolvimento de ações, que contribuam para o crescimento do setor no Brasil.

Por sua intensa e incansável atuação no mercado, a ABF hoje conta com grande prestígio e reconhecimento, tendo a sua imagem bastante consolidada entre as empresas que fazem parte deste tipo de modelo de negócio em nosso país.

Para atender a estas empresas a Associação tem uma sede em São Paulo capital,  uma Seccional na cidade do Rio de Janeiro e também regionais no interior de São Paulo, Minas Gerais, além das regiões Nordeste, Centro-Oeste e Sul.

Já, no aspecto internacional, a Associação Brasileira de Franchising faz parte do World Franchise Council – WFC, que deu ao Brasil a classificação de quarto maior mercado de franquias do mundo. Outra parceria cofundador que a ABF possui fora do país é com a Federación Iberoamericana de Franquicias – Fiaf, sendo também membro da International Franchise Association – IFA.

Aqui no Brasil ela tem uma ligação forte com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae, que traz resultados em muitos aspectos, como é o caso da implementação de programas, bem como do desenvolvimento de materiais relevantes para empreendedores das mais variadas áreas.

A história da ABF

Para conhecermos mais e melhor esta tão importante entidade, voltada para o desenvolvimento e disseminação do setor de franquias, compartilhamos agora com você algumas informações relacionadas à sua história. Continue a leitura e confira:

Surgimento

Foi em julho de 1987 que se deu a criação da ABF, época em que somente 11 empresas do modelo de franquias operavam no Brasil. O cenário econômico do país não era dos mais favoráveis, uma vez que enfrentávamos uma ressaca, logo depois de um momento de euforia, decorrente da implementação do Plano Cruzado. Neste mesmo ano a inflação chegaria a 363%.

Mesmo diante deste contexto nada animador, um grupo de empresários decidiu pela criação da entidade, considerando que o mercado de franquias era promissor, mesmo que pouco conhecido pelos demais empresários e investidores.

Inicialmente o objetivo era determinar regras e normas para o franchising, com o intuito de evitar que empresários, atuando de forma não profissional, conseguissem prejudicar o modelo como um todo. Os fundadores da entidade tinham tanta preocupação neste sentido, que já na sua fundação a Associação contava com o seu próprio código de ética.

Além destas medidas, outra que veio a impulsionar e contribuiu para o crescimento da ABF foi o estabelecimento de uma parceria com a Afrab, uma outra associação de franchising, criada por empresários situados na cidade do Rio de Janeiro e que também atuava em aspecto nacional.

Esta unificação foi tão importante que fez com que a entidade se transformasse na seccional da ABF no Rio, tornando a ABF a única associação deste mercado no país.

Consolidação

As perspectivas dos criadores da ABF se confirmaram e, mesmo diante de um cenário de hiperinflação e também de pouca confiança na economia, o mercado de franquias não parava de crescer e pouco a pouco se consolidar. Ao final do ano de 1991 o Brasil já contava com mais de 430 empresas franqueadoras, o que se tratava de um aumento de 40 vezes na quantidade deste tipo de negócio, em apenas quatro anos.

No ano seguinte, 1992, um novo marco se deu na história da associação: a partir deste momento, franqueados também passaram a ser aceitos e foram logo se associando à entidade. Com isso, na feira de 1993, evento anual realizado ABF, houve um aumento significativo no número de expositores, que passou de 70 para 122.

Mas foi só em 1994 que as grandes conquistas realmente começaram a surgir. O país, que, como comentamos, passava por um período crítico na economia, finalmente conseguiria encontrar a tão esperada estabilidade, do ponto de vista macroeconômico. No mês de fevereiro deu-se início à transição monetária, que instaurou o Plano Real, e em dezembro o Governo promulgou a Lei de Franquias nº 8.955/94.

Através desta nova legislação foi possível regulamentar pontos importantes relacionados ao sistema, principalmente aqueles que diziam respeito à relação entre franqueadores e franqueados.

Crescimento

A partir de todos estes acontecimentos que acabamos de relatar, o cenário se tornou propício para que houvesse uma atração maior de investidores, que eram, inclusive, de outros países. Assim, houve espaço para a realização da primeira feira internacional da entidade, que foi realizada em 1996, na cidade do Rio de Janeiro e contou com a participação de mais de 200 empresas expositoras, sendo que 20 delas eram de fora do país.

De lá para cá, o mercado de franquias simplesmente não parou de crescer e, de acordo com a própria ABF, naquela época, o faturamento chegou a girar em torno de R$ 11 bilhões, saltando, em 2017, para incríveis R$ 163 bilhões.

Além disso, outro movimento que começou a fazer parte do mercado de franchising brasileiro foi o de internacionalização. Se, antes, as empresas vinham de fora para se estabelecer aqui, nos anos 2000 as empresas brasileiras passaram a fazer parte do mercado internacional, sendo 142 marcas atuando em outros países só em 2017.

Como a ABF contribui com o mercado diariamente

Conforme pudemos acompanhar ao longo do texto, os anos foram passando e a ABF se consolidou de forma ampla e trabalhou intensamente para se tornar mundialmente reconhecida. Hoje, trata-se da principal entidade, responsável por reger o mercado de franquias em nosso país.

Entre os trabalhos que realiza está a divulgação, defesa, promoção e desenvolvimento técnico e institucional do modelo de negócios de franchising no Brasil. Para isso, a instituição realiza feiras, diversos tipos de cursos de capacitação, com o objetivo de que melhorias sejam devidamente implementadas no sistema e as melhores práticas sejam adotadas.

Além disso, entre suas funções está a apuração e divulgação dos números anuais relacionados ao setor no Brasil, que servem como base, principalmente, para que análises sejam realizadas pelo mercado de forma geral.

Por fim, outra grande contribuição da ABF para o setor de franquias é o fornecimento do Selo de Excelência em Franchising, que nós, aqui do Grupo QG, já ganhamos seis vezes, e que serve para reconhecer a qualidade das organizações que são referência neste mercado.

Diferenciais das franquias com Selo de Excelência da ABF

Como dissemos, o Grupo QG já conquistou por seis vezes o Selo de Excelência da ABF, o que concedeu grandes diferenciais às nossas marcas, que, a cada dia que passa, se tornam ainda mais conhecidas e reconhecidas no mercado, não só de franquias, mas também de alimentação.

Neste sentido, contar com esta certificação se faz importante, pois se trata da comprovação de que a franquia realiza um bom trabalho e merece atenção de seus pares e também dos consumidores de forma geral.

Entre os diferenciais que o Selo confere à franquia está o reconhecimento nacional pela qualidade, no que diz respeito à prestação de serviços, bem como ao suporte que oferece a seus franqueados, o que acaba por facilitar todo o seu processo de expansão no setor.

Por ser considerado como a maior distinção que as franquias brasileiras podem receber, o Selo de Excelência em Franchising – SEF dá às empresas franqueadoras uma chancela, bem como um destaque no setor como um todo, estimulando, assim, a busca pela excelência, uma boa relação de parceria entre franqueados e franqueadores, a melhoria no desempenho das redes, através da valorização das melhores práticas que realizam e adotam, e também do profissionalismo com que desenvolvem suas atividades no mercado.

Sendo reconhecida por todos estes quesitos, a franquia passa a ser vista com bons olhos por investidores interessados, chamando bastante a atenção destes, que, terão maior confiança para investir no sistema, o que resultará na expansão da marca dentro do setor.

Ao longo do texto, tivemos a oportunidade de conhecer uma das principais instituições, responsáveis por implementar processos, capazes de contribuir para o crescimento e ampliação constante do mercado de franquias em nosso país. Conforme pudemos perceber, a atuação da ABF é extremamente importante, pois trabalha para regulamentar o setor e expandi-lo cada vez mais, tornando-o reconhecido, não só no âmbito nacional, mas também no internacional.

Por esta razão é que temos tanto orgulho de fazer parte desta grande instituição, porque ela nos mostra, ano após ano, o quanto o nosso trabalho tem sido bem feito e tem rendido bons frutos, para nós mesmos e para nossos franqueados, que se sentem seguros e obtém resultados expressivos, através de nossas marcas e do suporte que concedemos a eles.

Se você ficou interessado em conhecer mais as marcas do Grupo QG, entre em contato com a nossa equipe, tire todas as suas dúvidas e comece 2020 fazendo parte da franquia seis vezes ganhadora do Selo de Excelência da ABF no Brasil!

E se você gostou deste conteúdo, deixe sua opinião nos comentários e compartilhe-o com seus amigos e familiares, para que eles também saibam mais como funciona a Associação Brasileira de Franchising – ABF.