fbpx
Grupo QG

BLOG

Sejam bem vindos ao blog do Instituto Grupo QG, aqui
você fica sempre atualizado sobre nossas novidades.

Como é calculado o lucro do franqueado?


lucro em franquias

Como é calculado o lucro do franqueado?

Vamos falar sobre os caminhos onde os franqueados lucram. Como funciona esse processo? É parecido com um pró-labore? Quantos meses são recomendados de giro de capital, onde o franqueado não retira verba nenhuma até os primeiros lucros realmente aparecerem? Essas são perguntas muito comuns, que quem está procurando investir em uma franquia se questiona. 

Vamos falar um pouco mais sobre esse assunto hoje e tentar esclarecer algumas dessas dúvidas, que você pode vir a ter quando estiver escolhendo em qual franquia deveria investir.  

Como é calculado o lucro do franqueado?

Antes de falarmos sobre como é calculado o lucro do franqueado, é preciso que você entenda a diferença entre alguns conceitos que cercam a lucratividade, como de faturamento, lucro, salário e pró-labore. Então, primeiramente faturamento diz respeito a todas as receitas que o negócio tem, ou seja, todo o valor auferido com as vendas de produtos ou de todas as prestações de serviços. Já o lucro será resultado da diferença entre todo o faturamento subtraído do pagamento de todos os custos que envolvem o negócio. 

Salário e pró-labore são conceitos que até se aproximam bastante em seu significado, mas salário é o valor pago pelo serviço prestado por um colaborador, em um determinado período de tempo, sendo que este geralmente é mensal. Já pró-labore é um valor fixado de remuneração para o sócio ou os sócios do negócio e também é determinado por um período de tempo, que é mais comum também que seja mensal. 

Quando se trata de franquias, o sócio da unidade franqueada pode ter dois tipos de remuneração, que pode ocorrer através de um pró-labore fixo e determinado, e com a distribuição de lucro, que pode ser anual ou semestral. Ainda, é importante ter em mente que o pró-labore para sócio de uma franquia será pago apenas se ele for atuante no negócio. Também, a média salarial para essa função é estabelecida a partir da média de mercado que se paga a um gerente ou coordenador da franquia. Nesse sentido, o pró-labore é incluído como custo operacional da franquia. 

Dessa forma, o lucro da franquia será calculado a partir da diferença de todo o faturamento subtraído de todos os custos, inclusive o pró-labore do sócio gestor. 

O que é importante saber sobre lucro de franquias?

Agora que você já sabe como é calculado o lucro de uma franquia de uma forma bem básica, existem algumas outras questões importantes que estão relacionadas a este tema. Inicialmente é importante se preocupar com dois indicadores para verificar se um investimento em franquia será de fato assertivo para você. 

É preciso saber calcular o ROI (Return on Investment) que é uma sigla em inglês que significa o retorno sobre o investimento. Nesse caso, será calculado o tempo que o dinheiro investido levará para se tornar lucro. Esse indicador vai depender de algumas variáveis, quais sejam: o valor das taxas que serão pagas à empresa franqueadora, o custo de instalação da loja e o capital de giro necessário para conseguir ter os produtos dos fornecedores necessários para a operação. 

Vamos falar um pouco mais sobre os custos operacionais que o empreendedor deve considerar para calcular o ROI e que vão estar descritos na Circular de Oferta de Franquia (COF). Veja quais são eles:

  • Taxa de franquia

Essa variável deve ser incluída no cálculo do ROI, em razão de ser bastante considerável. Ela diz respeito à uma taxa obrigatória que o franqueado deve pagar a franqueadora, para que tenha direito de usar a marca da franquia, bem como para a instalação e operação de sua unidade. 

  • Capital de giro

O capital de giro faz referência ao valor mínimo que se deve ter em caixa, para que a unidade se mantenha em operação, pagando fornecedores e colaboradores, sendo capaz de manter a loja em funcionamento. 

  • Ponto comercial

O ponto comercial de instalação da nova unidade de franquia é de responsabilidade do franqueador. Por isso é preciso que esse valor seja calculado para se considerar o ROI, inclusive uma questão que esse cálculo ajuda a avaliar é se é mais vantajoso adquirir um imóvel ou alugar.

  • Royalties 

Os royalties deverão estar estabelecido no contrato de franquia. Ele faz referência à uma porcentagem de lucro da franquia, que será destinada à empresa franqueadora. 

Dessa forma, o retorno do investimento será uma estimativa de uma porcentagem que será extraído do lucro, sendo que essa porcentagem deve ser baseada em alguns anos de operação da franquia. Por exemplo, se o seu investimento inicial foi de R$150.000,00 e o ROI estimado foi de 15%, ele será referente a R$22.500,00 por ano. Em três anos, por exemplo, o retorno do investimento obtido será de R$67.500,00.

Como calcular o Prazo de Retorno de Investimento

O Prazo de Retorno de Investimento, ou PRI, é um indicador que vai demonstrar em quanto tempo o investimento inicial feito pelo franqueado será recuperado em sua totalidade. O PRI é calculado levando em consideração o capital investido e também as taxas obrigatórias que serão pagas pelo franqueado, como falamos acima. 

Dessa forma, o cálculo do PRI se dá através da seguinte fórmula: PRI = Investimento total/lucro líquido da unidade. Ou seja é a divisão entre o valor do capital de investimento pelo lucro líquido anual da franquia. Por exemplo, se um investimento inicial de R$100.000,00 obteve um lucro líquido anual de R$40.000,00, o cálculo do PRI será de 2,5, o que significa que o retorno do investimento será de dois anos e meio.

Quando se fala em sistemas de franquias, uma boa taxa de PRI é considerada quando se encontra entre 24 e 36 meses. Essa média é considerada com relação às franquias que já se encontram estabelecidas no mercado e, claro, que não é um número preciso, mas já indica um bom investimento. 

Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), 61% das redes de franquia estabelecidas no mercado brasileiro possuem um prazo de retorno de investimento que varia entre 18 e 36 meses. Com relação às microfranquias o prazo de retorno reduz. De acordo com a ABF 41% deste tipo de negócio têm o PRI entre 12 e 18 meses.

O lucro fica todo com o franqueado? Ou uma parte vai para franqueadora?

Como já vimos acima, os royalties são referentes a uma porcentagem do lucro mensal que deve ser paga à franqueadora pelo franqueado. Por isso, todo o lucro não fica com o franqueador. 

Conseguiu entender um pouco mais sobre como é calculado o lucro do franqueado? Deixe aqui seu comentário sobre o que achou do nosso artigo de hoje e aproveite para compartilhar esse conhecimento com seus amigos em suas redes sociais!